Matérias

  • THE ECONOMIST – The view from the street: Rio

    2016 should be a banner year for Rio de Janeiro but political and economic uncertainty cast a shadow. The Olympics, corruption and healthcare are at the forefront of Brazilians’ minds as they look ahead to next year Saiba mais : http://www.theworldin.com/article/12100/view-street-rio

  • ALJAZEERA – Brazil lab aims to eradicate leprosy

    OrangeLife medical laboratory in Rio de Janeiro is pioneering a new test to help early disease detection. Through years of concerted effort, leprosy has almost been eradicated – but there were still more than 200,000 new cases diagnosed in 2011. Brazil, Indonesia, the Philippines, parts of Africa and India are the hardest hit by the […]

  • EXAME – Diagnóstico rápido é com a OrangeLife

    A OrangeLife faturou 2,5 milhões de reais em 2012 produzindo testes para detectar doenças. Agora seu dono, o empreendedor Marco Collovati, está em dúvida sobre o caminho a seguir — aumentar as vendas no Brasil ou investir nas exportações?   São Paulo – Desde que chegou ao Brasil, no fim da década de 90, o […]

  • O GLOBO – Dois sucos e conta com Marco Collovati

    Médico italiano radicado no Rio fala da obsessão em eliminar doenças como a hanseníase e a malária O trabalho do italiano Marco Collovati foi parar na primeira página do “New York Times” e em publicações como “La Stampa” e emissoras como Al-Jazeera. Nada mal para quem chegou ao Rio há 14 anos e, com pouco […]

  • ESTADÃO – A história do médico italiano que morou em favela carioca e hoje faz sucesso como empreendedor

    Quando trocou Florença, na Itália, pela cidade do Rio de Janeiro, o recém-formado médico Marco Collovati trazia na ponta da língua seus objetivos de vida: aprender a fazer cirurgia plástica com um súdito de Ivo Pitangui, ganhar dinheiro com a nova especialidade e, finalmente, curtir a vida usufruindo dos prazeres que a prosperidade econômica certamente […]

  • O Globo – Atento aos esquecidos O médico italiano Marco Collovati se dedica às doenças negligenciadas

    Atento aos esquecidos O médico italiano Marco Collovati se dedica às doenças negligenciadas   Com trajes que nem de longe lembram o padrão executivo — ele não dispensa o colar de sementes que ganhou de dançarinos peruanos —, o médico italiano Marco Collovati, de 44 anos, é criador da OrangeLife, empresa situada em Vargem Grande […]

  • Rapid diagnostic test promises end to leprosy torment

    Leprosy is one of the classic scourges of ancient times. But it’s far from being consigned to history – with over 200,000 new cases reported each year. Although it’s easily treated with antibiotics, people living in remote communities often go undiagnosed and are left with permanent damage. Now a new, cheap test – “the cost […]

  • Fast New Test Could Find Leprosy Before Damage Is Lasting

    A simple, fast and inexpensive new test for leprosy offers hope that, even in the poorest countries, victims can be found and cured before they become permanently disabled or disfigured like the shunned lepers of yore. American researchers developed the test, and Brazil’s drug-regulatory agency registered it last month. A Brazilian diagnostics company, OrangeLife, will manufacture it […]

  • Brasil testará exame definitivo para hanseníase

    Um teste rápido para diagnóstico de hanseníase, apontado como promissor na redução de casos da doença, deve começar a ser usado no Brasil ainda neste ano. Desenvolvido em parceria pelo Instituto de Pesquisas Infecciosas (Idri), dos Estados Unidos, e a empresa brasileira OrangeLife, o exame é feito em menos de 10 minutos, com apenas uma […]

  • Teste rápido detecta infecção por hanseníase

    Um teste simples e barato para detectar a infecção pela bactéria causadora da hanseníase foi desenvolvido por pesquisadores americanos e será fabricado por uma empresa brasileira, a OrangeLife. O preço máximo, segundo um acordo firmado com a empresa, será de US$ 1. Muitos consideram a hanseníase uma relíquia do passado, mas, a cada ano, 200 […]